Intelectuais mediadores: práticas culturais e ação política, Angela de Castro Gomes e Patrícia Santos Hansen (orgs)


Intelectuais Mediadores (capa)
Intelectuais Mediadores (capa)

Intelectuais mediadores, publicado pela Civilização Brasileira, é um volume de 490 páginas que busca pensar as diversas formas de atuação de Intelectuais Mediadores, seja no campo político, educacional ou de redes de sociabilidades, nos mais diversos meios e plataformas de atuação.

E, para isso, em sua apresentação estabelece os conceitos com os quais esses Intelectuais Mediadores são compreendidos e em como são analisadas as suas práticas, que estão, de acordo com as organizadoras, muito além da mediação, de ser ponte ou vulgarizador de determinado assunto. Eles também são encarados como produtores de conhecimento/conteúdo têm uma especialização, ainda que muitas vezes ela não seja acadêmica, sobre os assuntos sobre os quais falam e possuem entre seus pares e/ou um público abrangente um status de “influenciadores”, permitindo que muitos também sejam vistos como sujeitos com identidades flutuantes (reconhecidos pelas instâncias de legitimação tradicional e conservadora, bem como por um público leigo).

Estante2

No decorrer das partes que seguem a apresentação, que são divisões mais amplas que as categorias que elas se dedicam a falar – como projetos, didática e política, por exemplo – temos capítulos que vão mostrando aqui e ali suas filiações aos temas propostos no exto de abertura, evidenciando que, embora separados por partes, dialogam muito entre si.

O que me chama mais atenção nestes capítulos é a forte presença da ideia de educação, de didática e práticas culturais que servem de algum modo à pedagogia, acentuando ainda mais a ideia de que a propagação dos conhecimentos por estes mediadores é, independente do que mais é focado, uma prática educacional.

Há muitos textos interessantíssimos e salta também aos olhos o papel do literário e das editoras como veículos de mediação. No entanto, há um ou outro texto que pecam em sua construção textual, o que dificulta um pouco a leitura, embora isso seja muito pouco diante do conjunto que nos é apresentado.

Uma leitura super-recomendada para aqueles que se interessam pelas práticas culturais, literatura, mercado editorial e política educacional e mesmo do fazer científico, pois dá possibilidades de se pensar a própria atuação nos meios em que se encontram inseridos.

Você pode ler um trecho aqui. E comprá-lo aqui.

Intelectuais mediadores: Práticas culturais e ação política
Autor: Angela Maria de Castro Gomes e Patricia Santos Hansen (orgs.)
Gênero: História
Páginas: 490
Editora: Civilização Brasileira
Preço: R$ 54,90 (divulgado pela Editora)

Previous Mauris ex diam porta vel nisl ac bibendum
Next Mauris tincidunt pellentesque nunc vitae

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *