Romance policial ‘EU VEJO KATE’ é lançado pela editora Empíreo


Fala, pessoal! Hoje a gente vai fazer a indicação de um lançamento de um dos nossos parceiros, a Editora Empíreo. A nova publicação deles é para aqueles que gostam de uma boa história policial. Na Estante de hoje, tem release Eu vejo Kate, de Cláudia Lemes.

Estante

Uma escritora com sérios problemas emocionais, um detetive em crise e um serial killer morto por injeção letal (sim, você leu certo) formam o trio inusitado do romance policial Eu vejo Kate – O despertar de um serial killer, de Cláudia Lemes, que foi lançado no dia 13 de outubro na Fnac da Av. Paulista.

A obra já vinha sendo destaque, em 2014, nas redes sociais. Na rede Skoob, Eu vejo Kate reúne dezenas de resenhas positivas e diversos blogs destacaram o talento de Cláudia para escrever o thriller. Esse sucesso não é à toa. Cláudia teve o cuidado de pesquisar sobre serial killer por 10 anos antes de escrever o livro.

Na quarta-capa do livro, a indicação da criminóloga e escritora, Ilana Casoy mostra o que o thriller nos reserva: “Eu vi Kate, eu vi Nathan, eu vi Ryan. Eu vi a mim mesma em cada página deste livro, me emocionei, me assustei, me surpreendi. Claudia Lemes estreia com este romance impecável, nos brindando com a profundidade de seu conhecimento sobre a alma humana e criminologia, em uma associação envolvente e perturbadora . Me deixou sem fôlego. É uma ficção mais do que real. Bem-vinda ao universo dos serial killers na palavra escrita”.

EU-VEJO-KATEA HISTÓRIA RECOMEÇA

Há um ano, Blessfield, uma pacata cidade do interior da Flórida, enterrou 12 mulheres vítimas do violento e cruel serial killer Nathan Bardel. Ele foi julgado, condenado e morto. Mas, antes que as feridas da cidade pudessem cicatrizar, um novo assassino em série surgiu. Mais violento. Mais cruel. Usando o mesmo método que seu antecessor. E ele tem uma obsessão: ELA.

ALVO NA MIRA

Kate é uma escritora imersa na produção da biografia do assassino em série Nathan Bardel. Enquanto ela mergulha de cabeça na sombria vida do serial killer, ele próprio passa a acompanhá-la vivenciando as experiências conturbadas de sua biógrafa. À medida que se aprofunda nos mistérios de Bardel, Kate desperta outro assassino. Ela não sabe, mas sua vida corre perigo.

SERIAL KILLER X SERIAL KILLER

Desde que Kate decidiu escrever a história da vida e dos assassinatos dele, Nathan Bardel percebeu que, mesmo depois de morto, poderia acompanhá-la. Ele vê Kate. Ele lê Kate. Ele a decifra enquanto ela o investiga. Quando Nathan descobre que um novo assassino está imitando seu método e assassinatos, fica furioso. Aquilo tudo lhe pertencia, foi sua criança e ninguém estava à altura de copiá-lo. Agora ele tem uma nova meta: encontrar o imitador.

CAÇADOR DE MONSTROS

Um agente especial do FBI que tem a capacidade de observar a cena de um crime e definir o perfil do criminoso: Ryan é um dos melhores profilers do país. Mas toda sua experiência será colocada à prova na busca pelo serial killer que não deixa pistas. Expert em Bardel e envolvido com Kate, o detetive com um passado sombrio se vê mais uma vez numa investigação que pode terminar de forma trágica.

Eu vejo Kate – O despertar um serial killer é uma obra policial que oferece um insight brutal e verossímil sobre a mente de assassinos em série e as pessoas que dedicam suas vidas a compreendê-los. O livro abandona mitos hollywoodianos e não suaviza por um segundo a narrativa dos pensamentos violentos e sexuais que cercam a mente humana.

A história contada dos ponto de vista do serial killer morto, da escritora e do profiler do FBI, revelam peças de um quebra cabeça que, quando completo, assombrará o leitor por noites e mais noites.

O Facebook da autora: Cláudia Lemes

Página do livro no Facebook: Eu vejo Kate

Previous Por que menino não pode brincar de boneca?
Next Control: o grito de independência de Janet Jackson

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *