É a MINHA opinião!

É a MINHA opinião!

“Minha opinião” é o novo “sem preconceito, mas”! Reparem que a expressão agora vem antes ou depois das coisas mais absurdas, como se o direito à liberdade de opinião fosse algum tipo de sacramento divino, que esteja acima do bem e do mal e à prova de contestação. Resumindo: é a liberdade de expressão a serviço do fim da – olha, surpresa – liberdade!

DandoPintaSloganÉ um mal moderno. Essa valorização excessiva da individualidade é recente, radicalizada pela necessidade capitalista de criar novos nichos de consumo através da exaltação do ego. VOCÊ é importante, VOCÊ é especial, SEUS gostos são únicos. Agora compre nossos produtos.

O fenômeno “minha opinião” é resultado direto desse processo. Todo mundo é super importante e, portanto, considera suas ideias indispensáveis. Soma-se a isso a globalização de informação e temos choques culturais que colocam opiniões contrárias em debate direto, com cada pólo defendendo que a sua opinião é a certa. Beleza, tudo lindo. Acontece que está em voga colocar “achismo” acima de Direitos Humanos, e aí temos um problema…

Será que não cabe fazer a pergunta “quem é você, para que sua opinião seja tão importante?” Por que o que vemos são pessoas que não estudaram nada, sem a menor noção de movimentos sociais, dando palpite em política. Religiosos totalmente incapazes de sentir empatia por outros seres humanos, querendo opinar sobre direitos civis. Homens, ditando regras sobre como as mulheres devem ser portar. Brancos, enchendo a boca para dizer que “bandido bom, é bandido morto”, quando a maior parte da população carcerária é negra e pobre. Mas quem liga, né? Viva a liberdade de expressão!

Esses médicos cubanos tem cara de faxineiros, por acaso os daqui não servem? Não é preconceito, é só minha opinião. É claro que os policiais exageraram, mas boa coisa o tal do Amarildo não deve ter feito. O Brasil está assim porque não tem pena de morte, aí os caras vão ficar no “bem-bom” na cadeia enquanto a gente rala pra sustentar vagabundo. Trabalhar, nego não quer. Mas também, recebendo esmola do governo é fácil! Esse papo de inclusão social é coisa de estudante-playboy-maconheiro-metido-a-comunista. Quero ver se vão achar bonito um negão da favela aparecer na festinha da facul. Por que né, se pintar um marginal as patricinhas caem dentro! Hoje em dia mulher não se dá ao respeito mesmo… Vai a baile funk quase sem roupa e depois faz escândalo quando um cara passa a mão. Ué, não tava com a bunda de fora, minha filha? Quando o homem que paga a conta, ninguém reclama, né? Aí é estuprada e não sabe o porquê! É tudo culpa da Globo! Aquelas bichas de lá usam a mídia para acabar com a família brasileira, mas ri melhor quem ri por último. Deus tá vendo e Jesus está voltando. Antigamente, ser gay era uma vergonha. Hoje é lindo e amanhã vai ser obrigatório. É claro que se um pastor quiser expulsá-los da Igreja, tem que poder! O que eles foram fazer ali? Provocar? Onde já se viu falar em casamento? Então tenho que achar bonito dois homens se beijando, se Deus fez homem e mulher? E uma criança vendo isso? Nem eles são felizes, então porque não permitir que procurem tratamento? Mas se eu falar alguma coisa vão dizer que sou homofóbico! O povo brasileiro não gosta dos gays! Eles estão perseguindo a religião. Não viu quando quebraram os santos e chamaram de “protesto”? Ali, perderam a razão! Quer ser gayzista ou femifascista, que vá ser pras suas negas, mas sem desrespeitar quem é normal. Se quiserem respeito, tem que se dar ao respeito. O que eles querem é privilégio, pra fazer sem-vergonhice em qualquer lugar e ainda promover a pedofilia! Esses ateus se esquecem que sem Deus não haveria nada, duvido que na hora do aperto, com o avião caindo, não comecem a rezar!  São politicamente corretos, mas só com quem não é correto. Bolsonaro presidente, Feliciano vice! Não, claro que não é preconceito, é só minha opinião. Só porque ela é diferente da sua, quer dizer que eu estou errado? Nada disso! É minha opinião e TEM que ser respeitada!

É triste! Bem, aí já é a opinião desse autor. Certamente vai ter gente dizendo que acho isso tudo absurdo porque sou viado, porque agora inventei essa de militância e fico com esse mimimi de “não menosprezem os efeminados, gays devem ser inclusivos”. É verdade. Como todas as opiniões, as minhas são fruto da minha vivência, e realmente acho que eu e todos os homossexuais deveríamos ser um pouquinho melhores mesmo, um pouco mais inteligentes que a massa intolerante. Afinal, somos vítimas desse mesmo senso comum, e sentir as coisas na pele dá a chance de pensar mais a fundo sobre elas.

É lamentável quando um ser humano pensa tão pouco de outro, às vezes chegando a desejar sua morte, por causa de um conceito ou preconceito qualquer, mas é muito pior quando esse humano é uma vítima se esforçando para ser algoz.

Mas esta é só minha opinião.

Leia Dando Pinta todas as quartas, aqui em Os Entendidos, e não esqueça de curtir a nossa página.

Avatar
Escrito por:

Fabricio Longo

Ator e cientista social, criador e editor-chefe do site. Apaixonado por antropologia, cinema e Coca-Cola, é a mente problematizadora por trás da coluna Dando Pinta. Morre de orgulho do legado desse espaço, e segue tentando não ser soterrado por uma montanha de bonecas Barbie e quinquilharias da Mulher Maravilha! Perguntas, críticas e cantadas no fabricio@osentendidos.com.br.

Ver todos os posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *